SAGUIBATU                  (acesse a página Saguibatu no Facebook)

Com Mark Lambert, Steven Harper, Adriana Salomão, Jimmy Duchowny e Pedro Aune.

25-Saguibatu 1

A junção das primeiras sílabas de cada instrumento dá o nome ao espetáculo: sapateado, guitarra, bateria e tuba. Essa formação inusitada instiga diálogos inspirados na exploração de sonoridades diferentes.  Um espetáculo reunindo cinco artistas, três norte-americanos e dois brasileiros, explorando o território onde dança e música se entrelaçam intimamente. Corpo vira música, música vira dança.

O espetáculo é um retrato dos caminhos percorridos por esses profissionais tarimbados – das andanças que os levaram a trilhar suas vidas em torno de culturas e sociedades diversas. Reflete essa multiplicidade, a soma, a riqueza, as dúvidas, o confronto e a absorção de culturas distintas. O roteiro musical e as linguagens empregadas são uma viagem pelos caminhos que os formaram, suas experiências individuais e singulares. Jazz, chorinho, funk, pop, dança contemporânea, sapateado, samba, percussão corporal, etc… no fundo é tudo uma coisa só: a celebração da vida através da dança e da música.

Multidisciplinar, Saguibatu não pode ser facilmente rotulado. Música e dança formam sua coluna vertebral, mas ele não é, tipicamente, um “espetáculo de dança” ou “um show de música”. Sua alma reside no encontro dos artistas envolvidos, na diversidade das linguagens empregadas e na mise-en-scène integrada. Sua força não se impõe pela mistura de linguagens em si, mas pela maneira de fazer, pelo “arranjo cênico”, pelo conjunto e pela força de expressão dos experientes artistas em cena. Saguibatu é o resultado da vontade deles de se aproximarem, de criar juntos, de dialogar com as formas artísticas que lhes tocam as almas e de partilhar esses caminhos com o público. Com certeza, aqui o todo é maior do que a simples soma das suas partes.

De 2014-2016, Saguibatu fez temporadas no Rio de Janeiro, Curitiba, Fortaleza e Recife, além de diversos espetáculos “soltos”.

Faça o download do projeto de apresentação aqui

Vídeos:

OUTROS SHOWS e FORMATOS POSSÍVEIS

Diversos formatos de espetáculos são possíveis, a serem combinados em função dos objetivos do organizador. Steven Harper se apresenta solo – com ou sem música ao vivo -, podendo fazer uso de recursos percussivos ou eletrônicos (Loop station, triggers eletrónicos, etc). Pode fazer duo com a bailarina Adriana Salomão e duo/trio com o guitarrista e cantor Mark Lambert. Pode também articular espetáculos específicos com outros artistas, sapateadores, bailarinos em geral, músicos, bandas e/ou orquestras, conforme desejo dos organizadores.

Vídeos:

CLIQUE AQUI PARA VER OUTROS VÍDEOS

Compilação shows2